A Lealdade dos clientes

lealdade-dos-clientes-marketing-fila-para-comprar-hugo-almeida-916316940

A Lealdade dos clientes

 

É nos momentos de dificuldade que os clientes leais mais importam. A Lealdade dos clientes é, portanto, algo a que todas as empresas e marcas aspiram, e, na verdade, necessitam para criarem um futuro.

A Lealdade vem de um sentimento de pertença inequívoco, emocional, visceral, de partilha entre empresa e pessoa, seja esta colaborador da empresa ou comprador dos seu produtos.

O sentimento de pertença existe em todas as culturas, porque é uma necessidade humana muito básica. Quando sentimos que pertencemos, sentimo-nos ligados, seguros, protegidos, pelas pessoas que comungam dos nossos valores e crenças. Este desejo é tão forte que nos faz muito vezes envidar esforços, muitas vezes para além do meramente racional, para ganhar e manter este sentimento.

Quando as empresas têm uma mensagem importante, e sabem comunicar com a sua audiência, o seu público acredita e compra os seus produtos, muito para além da sua função, ou qualidade, mas como um símbolo de pertença. De tal forma que muitas vezes se criam clubes de fãs e outros grupos de união em torno das marcas. Porque a marca se tornou a representação da crença em que acredita, as pessoas sentem-se especiais, sentem-se parte e a personificação da sua mensagem, do que a empresa representa, e dessa forma são muito mais que clientes.

Necessitam as empresas e marcas de afirmar claramente ao seu propósito primário, e comunicar a sua mensagem com autenticidade. Necessitam Ser, e necessitam fazer aquilo que dizem. 

O que funciona para uma empresa, pode não funcionar para outra empresa. Cada qual deve focar-se em manter viva a chama que deu à luz a empresa, a marca, e os seus produtos, e manter um canal autêntico de comunicação com o seu nicho. Não adianta tentar comunicar com todos, porque cada um de nós tem sentimentos, emoções, crenças e valores distintos. Mas quando tudo se alinha, almeja-se finalmente a lealdade, que não mais é que uma ligação e união muito emocional.

 

Publicado em 2021-08-13, por Hugo Almeida.

follow

Acompanhe a jornada

Siga-nos e nunca perca um artigo do nosso blog. Apenas conteúdo original e autêntico sobre assuntos atuais.